FOR THE RENAISSANCE IN US
/ Arte @pt-pt / Rios de palavras para uma história de Eurovision.

Rios de palavras para uma história de Eurovision.

Massimo Gava encontra Jalisse, ícones do Festival de Eurovision e de San Remo para uma entrevista exclusiva. Aliás ele teve o privilégio de escutar a trilha sonora do filme “Niente di serio”, com a protagonista Claudia Cardinale, que será apresentado em Cannes.

O nome Jalisse vem de “As mil e uma noites”, livro de contos populares da cultura árabe. O termo “Jalis” tem dois significados: “parceiro” e também “invitado que devemos entreter”.

Então, vou entreter vocês, com a sua permissão. Vou contar uma historinha sobre Alessandra Drusian, cantora, e Fabio Ricci, músico e produtor. O casal conforma o grupo Jalisse.

O sucesso deles chegou em 1997, quando foram os vencedores no Festival de San Remo, com a música Fiumi di Parole (“Rio de palavras”). Este famoso evento italiano leva o vencedor para participar em Eurovision. Assim no mesmo ano, Jalisse chegou ao posto 4 da classificação.

Igual a muitas outras lendas da música, o reconhecimento público levou a vários meios de comunicação a publicarem informações e rumores sobre eles. Em relação a Eurovison, eles disseram que Jalisse teria ficado no primeiro posto, mas o governo italiano manipulou os resultados. Dessa forma eles teriam querido evitar o gasto da organização do Festival em Itália. Aliás, os italianos pararam de enviar participantes ao evento desde esse ano até 2011.

Mas apesar desses escândalos, a dupla conseguiu o reconhecimento internacional, traduzindo as suas músicas mais famosas em várias línguas. Eles escolheram a discrição perante os meios de comunicação, e se estabeleceram na cidade natal de Alessandra, Oderzo, no norte de Veneza. Ali, eles moram junto com suas duas filhas. Mas costumam viajar por todo o país, com um projeto de ensino musical que usa esta ciência para abranger problemas como a integração social e o bullying.

O grupo tem afirmado repetidamente que são contrários a shows de televisão do estilo “X Talent”. Eles criticam que estes formatos servem somente usam a desculpa da busca de novos talentos para criar espaços de publicidade de produtos e dos próprios juizes que participam.

Inclusive a própria Alessandra, mudando a apariência dela, participou no The Voice Italia. Ela não conseguiu que nenhum dos juizes apertaram o botão e virassem. Ela fez uma atuação excelente. A surpresa dos juizes quando ela explicou quem era foi impossível de disfarçar. Alessandra saiu do palco sorrindo e contente por ter provado aquilo que ela tinha ido provar. O momento tornou-se viral em YouTube.

Jalisse também grava um programa de rádio chamado “Localitour d’aurore”. Com ele, procuram oferecer uma plataforma de reconhecimento não só de novos cantores, mas de todo tipo de artistas. O espaço radiofônico pode ser escutado em várias plataformas digitais internacionais.

Mas estar envolvidos com tantos projetos não fez eles desistirem da música: “Graças à posição de privilégio em que a gente se encontra, nós podemos escolher aqueles projetos que pensamos serão mais satisfatórios e divertidos”, afirmou Fabio.

Encontrei com eles no estudo de gravação, após o ensaio de uma trilha sonora para a qual Alessandra está pondo sua linda voz. Eu tive a sorte de escutar a música, que formará parte do filme “Niente di serio”, que traz a icônica atriz Claudia Cardinale de volta à grande tela.

A história trata sobre duas amigas que moram numa residência para idosos (Cardinale e Nunzia Schiano) que decidem fugir juntas para viajarem desde Roma até Veneza.

As peças musicais interpretadas pela dupla são produzidos por Gianni Errera (One Music, Rome).

O filme, do diretor Las Barbo, poderá ser assistido pela primeira vez no Festival de Cannes. Eu posso afirmar que a voz de Alessandra é perfeita para essas canções.

Perguntei-lhes se gostariam de participar novamente no Festival de San Remo. Os dois se olharam por um instante:

Bom, nunca podes dizer nunca. Mas depois de ter ganhado uma vez, para que tentar novamente?”, disse Alessandra.

Fabio disse depois: “Adoramos o Festival. Na verdade, estivemos lá no ano passado, para acompanhar os nossos amigos. Até fizemos um show no casino, como parte das atividades que são organizadas junto com o concurso. É a nossa forma de mostrar nosso apoio e agradecimento, por ter aberto para nós o acesso aos palcos internacionais. Mas… Não tenho certeza sobre participar no concurso de novo”.

Mas se um amigo pedir para vocês…?

Os dois riram, pois eles já viram a direção da entrevista.

Bom, nós sempre estamos dispostos para ajudar aos nossos amigos. A vida é uma viagem, afinal. Não sabes quem podes conhecer. Há pouco tempo fomos juizes na eleição do participante da República Tcheca para Eurovision 2018 em Lisboa. O melhor do concurso é como ele junta a Europa inteira. Nós adoramos a experiência em Dublin, em 1997. A atmosfera é fantástica.

E acreditamos que Mikolas Josef e a música Lie to Me vai ser um sucesso esse ano no concurso. Tem um ritmo contagioso!

Leee John, do grupo Imagination, disse que a voz de Alessandra pode se comparar com as vozes das grandes divas da música (Leee já trabalhou com as melhores e mais bonitas vozes internacionais, e atualmente está viajando pela Europa toda fazendo promoção do novo disco, Retropia). Quando eu contei isto à Alessandra, ela respondeu:

O que eu poderia dizer sobre isso? É uma honra que um astro com tanto talento como Leee John diga uma coisa assim sobre mim. Ele também me disse uma vez que gostaria que eu cantasse em notas mais agudas, como um estilo Celine Dion. Mas eu estou mais confortável no registro de notas que uso; mesmo se eu posso mesmo atingir notas muito altas. Mas… Já dissemos: ‘nunca pode falar nunca’”.

Se nunca pode falar nunca… O que pensa a Alessandra sobre uma dupla dela com o Leee para participar em San Remo?

Tudo bem, Massimo. Mas primeiro pensa nisso aqui: O que acontece se ganhamos San Remo com Leee e depois temos que competir contra o Reino Unido em Eurovision, no mesmo periodo histórico que eles estão para sair da Europa? Como você pode solucionar isso?

Boa pergunta! Eu vou ter que checar as regras do Brexit e comprovar se há alguma especificação sobre Eurovision nelas. Mas tenho certeza que a European Broacasting Union, organizador do evento, não ia impedir um britânico de participar, pois é um dos shows de televisão mais assistidos no Reino Unido.

Mas quero lembrar que no ano em que Jalisse foi para Eurovision, o Reino Unido ganhou com Katrina and the Waves pela última vez até agora. Se é para sonhar, eu gostaria de um participação dos dois. Afinal, apesar da política que sempre está presente, Eurovision tem como objetivo a fraternidade dos países.

Jalisse não quis acabar a entrevista sem antes mandar uma mensagem para Salvador Sobral, vencedor de Eurovision 2017, que se recupera de um transplante de coração: “É muito bom ter você de volta, e estamos impacientes para escutarmos as novas músicas em que você está trabalhando agora!

Foi um prazer entrevistar essa dupla. Agradeço sempre que eu encontro uns artistas com tantas anedotas interessantes e com uns valores tão destacados. Suponho que é a sincronia com a palavra árabe que dá o nome para eles.

This post is also available in: Espanhol

0 POST COMMENT

Send Us A Message Here

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *